Origami com Wet Folding e Papel Sanduíche

Neste sábado – 29 de março – aconteceu o 5º encontro dos origamistas de Belo Horizonte.

Eu preparei duas peças em Wet Folding que foram feitos com um papel Canson de 180g/m².

O primeiro deles foi o Little Terrier de Francisco Javier Caboblanco aproveitando o exercício que o Gilad Aharoni indicou durante as suas explicações. O resultado foi surpreendente, tanto que passei seriamente a considerar esta técnica como a que quero aperfeiçoar nos origamis que for fazer.

Vejam a foto. Vale a pena ou não vale?

Little Terrier - Origami Técnica Wet Folding

O segundo origami que fiz foi inspirado no vídeo do mestre Akira Yoshizawa – criador da técnica do Wet Folding. O cisne é feito a partir de um triângulo e o resultado final é excepcional.

Cisne de Akira Yoshizawa - Origami Técnica de Wet Folding

E no encontro do grupo de Origamistas de Belo Horizonte acabei dobrando a variação do Tsuru de Eric Joisel com o papel sanduíche que o pessoal levou. O papel me animou tanto a ponto de eu pensar em produzir os meus próprios.

Variação do Origami Tsuru de Eric Joisel

Comente Aqui

  • Facebook
  • Google Plus
  • WordPress
9 Comentários
  1. Henrique Mezzomo Malheiros
    30 março 2008 | Responder
  2. Lívia
    30 março 2008 | Responder
  3. 30 março 2008 | Responder
  4. Henrique mezzomo Malheiros
    30 março 2008 | Responder
  5. 30 março 2008 | Responder
  6. 30 março 2008 | Responder
  7. 30 março 2008 | Responder
  8. 30 março 2008 | Responder

Escreva um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia o post anterior:
Glifos Série Fringe
Origami no Seriado Fringe

Você já assistiu o seriado Fringe? Para quem gosta de ficção científica, é um prato cheio. Eu diria até que...

Fechar