Nem Só de Dobras Vive o Papel

Para um origamista, esse título parece estranho. Ainda mais se pensarmos que tesoura e cola são aditivos que diminuem o valor do origami, no sentido em que a arte do origami é única porque não acrescentamos nada ao papel e nem retiramos nada dele enquanto executamos as dobras.

Isso é importante quando queremos alçar o Origami como uma arte própria.

Mas quando queremos fazer arte – qualquer outra – com elementos de origami, usar cola, tesoura e outros recursos são irrelevantes para a maioria das pessoas. Como arte em geral, estes artifícios são válidos.

Moldura de Origami

Uma das coisas que eu gosto de fazer usando origami são os quadros. Eu prefiro aqueles modelos caixa que tem moldura de madeira e vidro para que o pó não acumule no papel. Mas nada me impede de fazer a moldura de origami como a do vídeo abaixo.

Assista o vídeo Daily Origami: 636 – Frame

Moldura de Madeira e Vidro

As molduras que gosto de comprar atualmente são as que são em MDF ‘cru’, ou seja, sem tratamento algum. Assim, a sua aparência é toda de madeira sem nenhum atrativo. E por isso mesmo, são mais baratos. Veja como são pela foto abaixo.

Moldura de Madeira e Vidro para Origami

Para dar um toque personalizado, uso tinta acrílica fosca. Na sua parte exterior, uso uma cor mista de preto e marrom. Para não ficar uniforme, só misturo essas cores sobre a madeira usando uma esponja de limpeza. Na parte interior, uso uma cor mais clara. Normalmente é o branco que com poucas camadas fica com uma tonalidade creme devido ao fundo ser de madeira.

O resultado é bem bacana e ficaria até com acabamento profissional se usasse seladora e verniz, mas como o meu objetivo não é esse, deixo mais rústico.

A Hora do Origami

Depois que a moldura está seca e com a composição dos origamis já decidida, é hora de afixar os modelos no fundo da moldura. Eu já usei cola algumas vezes e detestei. Principalmente porque o resultado nunca era imediato e por isso, o modelo podia mover-se da posição pré-estabelecida.

Depois de alguma pesquisa, encontrei uma fita dupla-face – é a Fixa Forte, mais conhecida como fita banana – que serve para fixar quadros em paredes. Essas fitas suportam até 500 gramas e são bem resistentes. Então para colar papéis de alguns gramas não seriam problema algum. A partir dessa descoberta, todos os quadros que fiz, fixei os origamis na moldura com essa fita. O resultado foi este abaixo.

Origami Borboletas de Yoshizawa na Moldura

Clique na foto se você quiser vê-la inteira.

Eu fiz este quadro para o Amigo Secreto 2012 que foi organizado pela Ligia Harumi Suzuki e foi lá para Curitiba.

Finalizando

Quando eu dobro os meus origamis, eu não uso tesoura nem cola, porque neste instante estou principalmente preocupado com que o modelo seja realmente um origami.

Mas quando termino e vou colocar esse modelo dentro de um quadro, essa limitação deixa de existir, pois agora estou procurando fazer uma composição com o modelo. É como se eu estivesse desenhando numa tela usando os modelos que eu dobrei.

A cor da moldura, a cor do fundo, a cor dos origamis e inclusive do carimbo de assinatura, todos eles são pensados como uma pintura e não como um origami. Assim, é possível adotar certa liberdade criativa ao fazer a composição.

Certamente é possível fazer tudo – moldura e motivo – só com origami, como eu já vi, mas eu ainda não cheguei lá. Tenho que estudar mais alguns anos, se é que algum dia chegarei lá.

Comente Aqui

  • Facebook
  • Google Plus
  • WordPress
Um Comentário

Escreva um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia o post anterior:
Glifos Série Fringe
Origami no Seriado Fringe

Você já assistiu o seriado Fringe? Para quem gosta de ficção científica, é um prato cheio. Eu diria até que...

Fechar