Origami no Seriado Fringe

Você já assistiu o seriado Fringe?

Para quem gosta de ficção científica, é um prato cheio. Eu diria até que é um prato transbordando de tão bom que a série é. A sua estréia foi em 09 de setembro de 2008 no canal FOX dos Estados Unidos e teve 5 temporadas, totalizando 100 episódios, finalizado no dia 18 de janeiro de 2013.

Basicamente conta a estória de um grupo especial do FBI – Fringe Division – que investiga casos sem explicação plausível – a princípio – e que podem ser entendidas a partir de teorias científicas de fronteira – fringe science. Qualquer semelhança com os Arquivos X não é mera coincidência.

Se você ainda não assistiu, o melhor é desistir de ler a partir daqui, pois tem alguns spoilers que podem estragar a sua experiência…

Em alguns episódios incluiu também a viagem no tempo, onde costumeiramente os roteiristas costumam pisar na bola e introduzir uma série de contradições que acabam estragando toda a graça da estória. Mas em Fringe – incrivelmente – isso não aconteceu. E o melhor de tudo é que assistindo a série várias vezes, a estória vai se tornando cada vez mais legal. Cada episódio é recheado de detalhes que fazem todo o sentido quando temos a visão geral da estória completa.

Abertura da série FRINGE

Após o fim do seriado, fui buscar alguns complementos para a estória. Como é comum nos dias atuais, uma série de TV tem também quadrinhos e livros que contam partes da narrativa que não estão presentes naquela mídia. Um desses livros é o Caderno de Notas de Setembro.

Setembro é um dos 12 Observadores – como são 12, dá para desconfiar que cada um tem um nome de um mês do ano, né? – que aparecem em eventos importantes da civilização. Durante esses eventos, eles anotam tudo o que acontece, mas não interferem em nada.

Uma dessas anotações é sobre a infância de um dos agentes da Divisão Fringe – Olivia Dunham – que desenvolve a capacidade de viajar entre universos paralelos. O que me chamou a atenção é o fato do origami aparecer nas anotações como uma indicação de que essa arte foi usada como uma terapia para melhorar o desenvolvimento mental dessa criança.

Origami Cortexiphan Trials

Nessa página podemos ver as figuras do tsuru – que pode ser dobrado pelo link que acabei de deixar – e flor de lótus que são origamis clássicos dentre outros. Eu não consegui identificar quais são os outros modelos, nem de quem é a autoria dos mesmos. Se você souber, por favor escreva nos comentários abaixo.

Para dobrar a flor de lótus, eu deixo o vídeo tutorial da Sara Adams abaixo.

Veja como dobrar a Flor de Lótus

Essa ideia é muito bacana, não é mesmo?

Comente Aqui

  • Facebook
  • Google Plus
  • WordPress
Um Comentário

Escreva um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia o post anterior:
Glifos Série Fringe
Origami no Seriado Fringe

Você já assistiu o seriado Fringe? Para quem gosta de ficção científica, é um prato cheio. Eu diria até que...

Fechar