Texto original de Robert J. Lang. Tradução feita por Norberto Kawakami com a autorização do autor.

Orelhas de Coelho/incorporando dobras invertidas

Como Diagramar Origami: Orelha de Coelho e Indicações AdicionaisA dobra orelha de coelho é tipicamente composta de 3 dobras vale e uma dobra montanha. Geralmente, mas nem sempre, as 3 dobras vale são linhas que biseccionam os ângulos internos de uma aba triangular. Normalmente, você mostraria as 4 dobras usando as linhas apropriadas (tracejado para vale e ponto-(ponto)-traço para montanha). Contudo há aí uma ambiguidade na localização das setas, já que 3 diferentes parte do papel se movem em 3 direções diferentes. As 3 setas mais importantes – designadas a, b e c na figura – mostram 3 movimentos importantes. a e b mostram o movimento do papel rem relação a parte que fica parada. c mostra o movimento da extremidade da aba (que é o ponto em questão). Como Diagramar Origami: Orelha de Coelho e Indicações AdicionaisVocê também poderia usar a seta (d) ao invés de (c) – mas você deve se certificar que ela aponta para a direção certa. Na figura 35, a parte esquerda superior da aba está se virando, então a seta tem que expressar isso. A parte direita se vira para baixo, mas ainda fica com a parte branca para cima. Você pode usar quaisquer das setas (c) ou (d), contudo, recomendo fortemente que você se atenha a apenas uma versão numa dada publicação.

Como um interessante aparte, uma manobra é apresentada na figura 36, no qual Steve Weiss e eu chamamos de “incorporando uma dobra invertida” em nosso livro Origami Zoo. Um exame no padrão de dobras mostra que ele realmente é um tipo de dobra orelha de coelho – a diferença está na dobra montanha, ao invés de ser uma dobra vale, que vai até a estremidade da aba.

Segure aqui

Como Diagramar Origami: Orelha de Coelho e Indicações AdicionaisÀs vezes o dobrador é chamado para segurar o modelo em um certo local. Pode ser para um modelo de ação, onde você deve segurar a cabeça e a cauda para fazer o pássaro bater as asas. Pode ser para um passo particular, tal como um movimento de esticar para formar a Base do Pássaro Esticada. Quando o dobrador tem que agarrar o modelo em algum lugar específico para uma manobra acontecer corretamente, então você tem que indicar precisamente onde se deve segurar o papel. Idealmente, poderia-se desenhar um par de mãos segurando o papel, mas nem todos conseguem desenhá-los bem. Em substituição, você pode indicar precisamente os pontos a segurar com setas que se extendem a partir de um círculo.

Distâncias iguais

Frequentemente, uma dobra deve ser colocada entre 2 pontos quaisquer do modelo que venha a ser equidistante deles. Nestes casos, podemos tomar emprestados os símbolos do projetista e geômetra para indicar distâncias iguais.

Como Diagramar Origami: Orelha de Coelho e Indicações Adicionais

A técnica padrão de desenho para indicar o comprimento de um objeto é colocar a sua dimensão ao lado do objeto usando linhas de dimensão, setas e as medidas exatas do tamanho envolvido (figura 38a). Esta abordagem exige que o dobrador tenha uma régua a mão – que é geralmente indesejável (como exceção, veja o meu skunk no Origami Zoo). A notação geométrica para indicar que duas linhas são iguais (congruentes é o termo técnico) é marcar cada grupo de bordas idênticas com um pequeno traço como aparece na figura 38b. Se há vários grupos de comprimentos diferentes, um grupo recebe 1 traço, outro grupo recebe 2 traços e assim por diante. Assim combinamos a notação do desenhista e geômetra para obtermos uma indicação clara de que duas bordas são iguais como mostra a figura 38c. Esta notação é amplamente adotada pela comunidade de diagramadores.

A “notação de divisões iguais” é frequentemente usada para indicar que uma distância deve ser dividida em 3, 4, 5 ou mais divisões iguais. Embora (como eu sugeri no Complete Book of Origami) estas divisões possam ser medidas, seus leitores irão apreciar se você lhes der um método de obtê-las puramente por dobras. Métodos simples existem para obtermos 3 a 9 divisões e métodos existem para obtermos proporções mais complicadas (veja alguns exemplos na British Origami Magazine #129-131). Se o seu modelo exige divisão de 1/19, seus leitores irão amá-lo ainda mais se você lhes mostrar como obter essa divisão através das dobras.

Ângulos iguais

Da mesma forma que você pode dividir distâncias em tamanhos iguais, você também pode convocar o leitor a dividir ângulos em partes iguais. Neste caso, você deve usar a mesma notação para distâncias iguais, exceto que as suas linhas de dimensão se tornam arcos de circunferência.

Como Diagramar Origami: Orelha de Coelho e Indicações Adicionais

Dobras sucessivas

Quando uma aba deve ser dobrada e dobrada novamente, você pode simplificar a notação usando uma única seta que toca a superfície em mais de um lugar. Contudo, se a dobra a ser repetida não é óbvia, será útil mostrar a 1ª repetição terminada e só então usar a seta dobre-e-dobre-novamente para o restante.

Como Diagramar Origami: Orelha de Coelho e Indicações Adicionais  Como Diagramar Origami: Orelha de Coelho e Indicações Adicionais

Próxima vista a partir daqui

Como Diagramar Origami: Orelha de Coelho e Indicações AdicionaisPor aproximadamente 1500 anos, o origami era plano. Só tinha 2 lados, frente e verso, e para ir de um lado a outro, tudo o que você precisava fazer era virar o papel para o outro lado. Então surgiram os modelos tridimensionais. E causaram problemas sem fim. Como dizer ao leitor quando certa vista é por outro ângulo – como a lateral do modelo?

É comum em design de sistemas ópticos indicar a posição do observador por um olho estilizado. Este símbolo é útil também no origami com o mesmo objetivo.

Continue a ler

Inicio

Introdução e Orientações Básicas

Bordas, Vincos, Dobras Vale e Montanha

Setas e Indicações

Repetições e Dobra Invertida Por Dentro

Dobra Invertida Por Fora, Friso e Afundamento

• Orelha de Coelho e Indicações Adicionais

Numeração e Bases

Palavras Finais