Texto original de Robert J. Lang. Tradução feita por Norberto Kawakami com a autorização do autor.

Mais sobre as dobras montanha: 1 ponto ou 2?

Na parte anterior, escrevi sobre as dobras vale e montanha e sobre a controvérsia envolvendo esta última com 1 ponto ou 2 por traço. Stephen Weiss fez uma pesquisa exaustiva em sua biblioteca de origami contando quem usa qual estilo de linha e me permitiu reproduzir seus resultados. Os diagramadores se encaixam em 3 categorias: aqueles que usam 1 ponto por traço, aqueles que usam 2 e aqueles que usam ambos. Os resultados são estes abaixo.

1 ponto: Kenneway, Venables, Wall, Kawai, Momotani, Engel, D. Shall

2 pontos: Montroll, Yoshizawa, Kasahara, Nakano, Palacios, Sakoda, Brill, Randlett, Takahama, Kawamura, Temko

Ambos: Harbin, Mason, Jackson, Uchiyama, Lang

Interessante que Harbin use 1 ponto em “Key of Symbols” no livro Secrets of Origami, e tenha usado 2 pontos em quase todos os desenhos.

A moral aqui é que não parece tão importante assim se você usa 1 ponto ou 2. Pelo interesse de seguir a maioria, é provável que use 2 pontos, mas se você já está no meio da edição de algum livro e usou 1 ponto, não precisa refazer tudo de novo.

Desdobrar

Como Diagramar Origami: Setas e IndicaçõesDesdobrar o papel corretamente é tão importante quanto dobrá-lo; você deve se assegurar que a parte correta do papel seja desdobrado, não mais, não menos. As instruções para desdobrar são normalmente acompanhadas das Como Diagramar Origami: Setas e Indicaçõesde dobrar, por exemplo, ao fazer as dobras prévias (precreasing). Eu poderia pensar que um símbolo para “desdobrar” como em “dobre o papel pela metade e o desdobre” ou  para “desdobrar” como em “desdobre o papel para o passo 1” poderiam ser o mesmo num único livro de um autor. Eu estaria errado, julgando pela literatura de origami. Normalmente, o comando de “dobrar e desdobrar” é indicado pela ausência de setas ou por uma seta que vai e volta (figura 11) enquanto que o comando de “desdobre as dobras” é indicada por uma seta vazia e de cauda partida (figura 12).

Essa diferença não faz sentido. Desdobrar é desdobrar quer aconteça em 1 passo ou 2 e o mesmo símbolo deveria ser usado em ambos. Felizmente há uma nota brilhante na consistência entre todos os diferentes diagramas e esta é a abordagem utilizada por Montroll. Como Diagramar Origami: Setas e IndicaçõesEle usa uma seta com 2 pontas e uma delas vazia para indicar uma ação de desdobra, como podemos ver na figura 13. Claramente significa “desdobrar” quando usada sozinha (a cauda da haste indica claramente qual ponto se move) e quando colocado na ponta oposta de uma seta de dobra vale, claramente indica dobrar e desdobrar e mostra quais pontos devem se unir e voltar.

Esta ponta é mais simples e menos ambígua que uma seta vazia (ainda mais porque uma seta com cauda partida não deveria ser usada para indicar movimento – veja o texto Bordas, Vincos, Dobras Vale e Montanha). Ela é menos trabalhosa que uma seta que vai e volta, onde, quando há uma série de ações “dobre e desdobre” num mesmo desenho, pode criar um desenho bagunçado. Assim, esta ponta é altamente recomendada.

Linhas raios-x

Como Diagramar Origami: Setas e IndicaçõesÉ sempre preferível mostrar todas as bordas e vincos numa manobra de dobra, mas em modelos complexos, isto não é sempre possível. Nestes casos, o uso de uma linha pontilhada para indicar bordas ou vincos escondidos é de um valor indiscutível. Linhas raios-x também podem ser usadas para indicar posições passadas ou futuras, para mostrar setas que vão por baixo de camadas e assim por diante (figura 14); de fato, a linha raios-x é uma das ferramentas mais versáteis no repertório do diagramador.

É tão versátil que seu uso demasiado é uma possibilidade nítida. Você deve usar as linhas raios-x o suficiente para indicar a ação atual, se desenhar muitas tende a deixar o desenho bagunçado, como acontece com as linhas de vinco.Como Diagramar Origami: Setas e Indicações E quando estiver usando uma linha raios-x para indicar a posição de uma dobra oculta, se possível, extenda-a para além da camada que a esconde seja ela uma dobra vale ou montanha (figura 15).

No entanto, linhas raios-x são adequados apenas para ilustrar ações simples e ocultas. Já que as linhas raios-x podem representar bordas, vincos, dobras vale, dobras montanha e setas, qualquer manobra oculta razoavelmente complicada pode se dissolver num Como Diagramar Origami: Setas e Indicaçõesemaranhado de pontos se você tentar ilustrá-lo totalmente com essas linhas. Manobras mais complicadas devem ser ilustradas com uma vista de corte, ou seja, com um desenho onde a camada que as esconde é retirada. Isto pode ser mostrado através de um arco de circunferência ou uma completa e com os desenhos das camadas ocultas em seu interior (figura 16). Você pode destacar a descontinuidade ao deslocar as bordas quando cruzam a circunferência.

Como Diagramar Origami: Setas e IndicaçõesNo desenho mecânico e em alguns livros de origami (como os meus), as vistas de corte são apresentadas como se o material que esconde estivesse rasgado usando uma linha denticulada (figura 17). Entretanto, usar um arco ou uma circunferência é esteticamente mais agradável e há menos chance de que um “dente” seja confundindo por alguma característica real.

Manipulações no papel como um todo: rotações

Como Diagramar Origami: Setas e IndicaçõesFrequentemente, torna-se necessário girar o modelo no plano do papel enquanto o dobramos. Um exemplo é apresentado na figura 18. Se algo importante acontece antes da rotação (particularmente se o modelo é abstrato ou geométrico nesse momento), pode ser bem confuso ao leitor que tenta identificar o seu papel com o desenho de um passo para o próximo. Para evitar tal confusão, é útil adicionar um símbolo entre os passos que indica quanto girar.

Não há atualmente um símbolo que seja geralmente aceito para tal rotação, Como Diagramar Origami: Setas e Indicaçõesembora algumas amostras das respostas do questionário estejam na figura 19. O último símbolo – uma fração dentro de uma circunferência com setas, criada por David Shall – tem a virtude de ser desenhado fácilmente, é adaptável a qualquer valor de rotação e é insinuante em seu significado. Assim é altamente recomendado.

Virar o papel para o outro lado

Como Diagramar Origami: Setas e IndicaçõesPor outro lado, há um consenso generalizado de que para virar o papel para o outro lado, você deve usar uma seta de dobra vale com um loop. Para diferenciar entre virar o papel no sentido cima para baixo ou no sentido lado a lado, orienta-se o eixo da seta verticalmente ou horizontalmente, respectivamente (figura 20).

É interessante notar que se você segue o movimento da seta literalmente, o que ela te diz realmente é que você deve girar o papel completamente – N.T. dar a volta de 360º – (e consequentemente, terminar com o papel na mesma posição que começou), mas parece que ninguém nunca interpretou assim.

Vista ampliada

Como Diagramar Origami: Setas e IndicaçõesHarbin introduziu uma seta específica para indicar quando o passo seguinte é uma ampliação da anterior (figura 21). Acho isto supérfluo na maioria das vezes, porque se você desenha diagramas com nitidez, é óbvio quando o desenho muda de escala (e a maioria das pessoas nem nota isso, de qualquer modo). O único lugar que tal seta se torna útil é quando ampliamos apenas uma pequena porção do modelo, como a cabeça para as dobras de modelagem. E mesmo aí, o uso de uma circunferência em torno da parte que será ampliada é suficiente para chamar a atenção para essa parte e uma seta especial para “visão ampliada” se torna desnecessária (sem dizer que ninguém ainda apareceu com uma seta “visão reduzida”).

É uma propriedade interessante que a visão humana seja relativamente insensível a pequenas mudanças de escala. Se os passos 10-20 são desenhados, digamos, 50% maiores que os passos 1-9, a mudança de escala não se torna uma distração, especialmente se o papel sofre grande transformação em sua forma.

Continue a ler

Inicio

Introdução e Orientações Básicas

Bordas, Vincos, Dobras Vale e Montanha

• Setas e Indicações

Repetições e Dobra Invertida Por Dentro

Dobra Invertida Por Fora, Friso e Afundamento

Orelha de Coelho e Indicações Adicionais

Numeração e Bases

Palavras Finais